Chicken Marsala

Sua casa está preparada para seu animal de estimação?

  • Quando você decide adotar um cachorro para fazer parte da família, você assume um grande compromisso com seu bem-estar. E isso implica em, além de outras coisas, oferecer um ambiente confortável para que ele sempre se sinta à vontade. Se você mora em uma casa com jardim ou quintal, isso será bem fácil, mas se não, as coisas ficam um pouco mais complicadas. Para te ajudar nesta missão, separamos algumas dicas que permitirão que seu bichinho leve uma vida feliz dentro de um apartamento ou uma casa pequena. Vamos lá?​

     

    1. Lembre-se dos vizinhos. Antes de mais nada, pense em respeitar as pessoas que vivem por perto, incluindo os momentos em que você não está em casa ou à noite. Para isso, você deve estimular que seu bichinho faça uma série de atividades físicas, eliminando o excesso de energia ou o tédio, colaborando para que ele não fique latindo enquanto você não está presente. Outra coisa importante é sempre deixá-lo na coleira quando estiverem em áreas comuns, além de estar preparado para possíveis “acidentes” como xixis em cocôs nesses ambientes.​
    2. Ajeite o espaço. Assim como você, seu cachorro precisa de um espaço seguro para ser independente, então esqueça os terraços e varandas. Mas vale lembrar que isso não significa que ele pode ir onde bem entender na casa: faça com que ele saiba quais lugares da casa são proibidos, como a cozinha ou em cima do sofá. Evite objetos que ele possa derrubar ao passar... como móveis, objetos de decoração, plantas ou que possam causar-lhe algum dano.​
    3. Dê a ele o seu próprio espaço. Mesmo que a casa seja pequena, sugerimos que você destine um lugar para a comida e água, caminha e brinquedos. Mas, claro, deixe o cantinho dele sempre limpo e organizado. Isso pode ajudá-lo com a ansiedade e a ser mais disciplinado.​
    4. Crie uma rotina. Esse ponto é fundamental para não tornar seu cachorro um destruidor, de atitude agressiva, ansioso ou depressivo. Tenha um plano diário de caminhadas, hora do banheiro, hora de brincar, comer e dormir. Para as caminhadas,  mostre interesse especial porque isso vai ajuda-lo a confiar em você, aprender a socializar e se tranquilizar. Por outro lado, cheque com o veterinário qual a alimentação adequada para cada raça, idade e nível de atividade.​

     

    ​Com espaços reduzidos, a relação entre você e o seu bichinho se torna muito mais próxima. E é exatamente aí que a preocupação com a felicidade e bem-estar devem ser maiores. Afinal, respeitar um ao outro é o primeiro passo para que tudo dê certo, né?


Conheça os produtos

Outros Sites 3M
Onde Comprar
Siga nossa página
Mudar localização
Brasil - Português